Cesto
0 artigos
O seu cesto está vazio
Subtotal
€0,00
Taxa de entrega a calcular na finalização da compra
€0,00
78127 Georg Jensen MANHATTAN Balde de gelo com pinça

Georg Jensen • MANHATTAN

Balde de gelo com pinça

Aço inoxidável com acabamento polido. Desenhado por Georg Jensen.

REF. 78127

D.14,6 x A.18,1cm

€199,00
- +

Disponibilidade imediata

Serviço de entregas

O balde de gelo Manhattan evoca o glamour decadente da era do jazz de Nova Iorque. Em grande parte, o prazer de um cocktail reside na cerimónia da sua execução. Servir o gelo neste acessório de inspiração Art Deco, usando a sua pinça, acrescenta todo um nível extra de sofisticação. 

As linhas geométricas da arquitectura de Manhattan e a elegância do período Art Deco foram os pontos de partida para a concepção da gama Manhattan da Georg Jensen. Objectos glamorosos e intemporais, em aço inoxidável polido, que funcionam em qualquer ambiente doméstico ou de bar.

Com uma história que se estende por mais de 100 anos, a Georg Jensen representa manufactura de qualidade e design estético intemporal, produzindo produtos que vão desde cutelaria a relógios, jóias e peças decorativas.

A filosofia do próprio Georg Jensen era a de criar designs democráticos, simultaneamente belos e funcionais. A sua habilidade artesanal e talento artístico combinados com a sua contínua capacidade de identificar e apoiar talentos do design foi a base sobre a qual ele construiu a Georg Jensen em Copenhaga, em 1904.

O estilo de Georg Jensen abraçou as linhas Art Nouveau da época, mas injectou-as com um vigor distinto que continua a ressoar até hoje. A tarefa mais importante da marca é a de alavancar as ideias e princípios do próprio mestre e traduzi-los no design dos dias de hoje.


Georg Jensen, com 37 anos de idade, e após anos de treino como ourives e escultor, fez da prata o seu modo de vida ao estabelecer a sua própria marca em Copenhaga em 1904, combinando a compreensão e apreciação por este material, com uma sensibilidade notável pela forma de cada objecto.

Georg Jensen inspirou-se nos pitorescos arredores de Raadvad, a norte de Copenhaga, onde passou a sua infância, para se tornar num artista. Primeiro escultor e ceramista, foi através do seu talento como ourives que alcançou o reconhecimento mais notável. Georg Jensen criou algumas das jóias, objectos decorativos e cutelaria mais originais e marcantes da época.

Aquando da sua morte, em 1935, Jensen foi reconhecido como um dos mais importantes ourives especializados em prata em todo o mundo. Foi fundamental na definição do carácter do design escandinavo do século XX, inspirando-se nas tradições dinamarquesas e infundindo-lhes uma lógica de design progressivo. Rejeitou o gosto popular da época pela ornamentação e ostentação romântica e historicista, abraçando em vez disso o estilo vanguardista Art Nouveau com as suas formas orgânicas simples e a sua abordagem artesanal de produção.